Detalhes da Notícia

Sandra Ferreira de Morais 4 de setembro de 2020

PREFEITURA AUTORIZA O RETORNO DOS BERÇARIOS E MATERNAIS DA REDE PRIVADA

De acordo com decreto municipal nº 8.084, de 02 de setembro de 2020, publicado no Diário Oficial, o Prefeito Municipal de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, autoriza a retomada das atividades escolares, nas unidades de Ensino Privadas ou particulares, apenas para a Educação Infantil nas modalidades, berçário I e II e maternal I.

O decreto orienta essa retomada, visando o enfrentamento a Covid-19, estabelecendo como deve ser o cuidado com as crianças a serem atendidas nessas unidades.

Todos os cuidados devem ser tomados conforme citados a seguir: Fica autorizada a retomada gradativa e segura das atividades presenciais nas unidades de ensino privadas do Município de Cuiabá, tão somente no que se refere à Educação Infantil nas modalidades, berçário I e II e maternal I, observada 50% (cinquenta por cento) da capacidade máxima das salas de aula e respeitado o limite de até 15 (quinze) alunos por turma.

 A retomada das atividades descritas no decreto se dará a partir de 10 de setembro de 2020, mediante a observância de todas as medidas de biossegurança aplicáveis às demais atividades econômicas: higienização antes e após a realização das atividades educacionais; oferta permanente de produtos para higienização das mãos, como água e sabão líquido e/ou álcool em gel; uso obrigatório de máscaras pelos funcionários e/ou colaboradores que laboram nas unidades de ensino; observância, na realização das atividades educacionais, de distanciamento mínimo de 1,5m (um metro e meio) entre os alunos; diminuição do uso do ar condicionado para climatização das salas de aula e demais ambientes fechados, devendo-se manter, no mínimo, 01 (uma) porta ou 01 (uma) janela abertas, visando à circulação do ar no local.

É necessária a aferição de temperatura corporal dos alunos, funcionários e colaboradores na entrada do estabelecimento, mediante termômetro infravermelho, sendo que nas hipóteses de temperatura corporal acima da normalidade (37,5º C) a entrada deve ser impedida; dispensa de comparecimento pessoal nas unidades, dos profissionais e auxiliares pertencentes ao grupo de risco.

Destacamos que as demais modalidades da rede pública e privada de ensino que não constam no presente decreto, permanecem com as atividades presenciais suspensas até 30 de setembro de 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *